Conversas Ecosóficas com José Gil: “A Comunicação Estética”

José Gil nasceu em Moçambique a 15 de Junho de 1939. Formado e doutorado em Filosofia pela Universidade de Paris (1982) com o estudo “O Corpo como Campo de Poder”, foi “Directeur de Programme” do Collège International de Philosophie de Paris e professor na Universidade Nova de Lisboa (actualmente jubilado). A sua vasta obra está publicada em Portugal, França, Brasil e traduzida em várias línguas. Entre outros livros, é autor de “Os Monstros” (1995), “A Imagem Nua e as Pequenas Percepções – Estética e Metafenomenologia” (1996), “Metamorfoses do Corpo” (1997), “Portugal, Hoje – O Medo de Existir” (2004) e “Em Busca da Identidade – O Desnorte” (2009). Colabora com revistas portuguesas e estrangeiras de várias áreas e é autor de algumas entradas na Enciclopédia Einaudi. Em 2004, foi considerado, no número especial do Le Nouvel Observateur, um dos 25 “grandes pensadores” de todo o mundo, ao lado de Rorty, Sloterdijk, Toni Negri e Slavoj Zizek.

José Gil esteve no Instituto de Ciências Sociais da Universidade do Minho no dia 30 de Setembro de 2011, para proferir a conferência: “A Comunicação Estética”.

O filósofo José Gil deu a conferência no dia 30, às 14h30, na Sala de Atos do ICS, com a participação de Miguel Bandeira, Presidente do ICS sendo moderador Pedro Rodrigues Costa (CECS e OBSERVALICIA).

Foi uma organização conjunta do Centro de Estudos de Comunicação e Sociedade (CECS), Centro de Investigação em Ciências Sociais (CICS) e Observalícia (Observatório Alimentação-Tecnologia-Ecologia) no âmbito das “Conversas Ecosóficas”.

Comissão Organizadora: Pedro Rodrigues Costa, Esser Jorge Silva, Eduardo Duque e José Pinheiro Neves

http://cics.uminho.pt/pt/2011/09/30/3960/